Logo que alguém resolve realizar o sonho da casa própria e sair do aluguel, mas não tem o dinheiro para fazer a compra do imóvel com pagamento à vista, ela deve começar a pesquisar sobre algum tipo de programa habitacional, sobre as formas de pagamento que são oferecidas pelas construtoras e também sobre os financiamentos bancários que, afinal, estão entre as alternativas mais procuradas por quem se encontra nessa situação.

Nesse caso, é preciso cumprir uma série de exigências para obter o crédito e arcar com as condições que são definidas pelas instituições financeiras.

Porém, para os servidores públicos — sejam eles municipais, estaduais ou federais — existem condições especiais de financiamento, que valem a pena ser consideradas.

Confira, nesse post, como funciona o crédito imobiliário para servidor público.

Quem concede?
Os servidores públicos, muitas vezes, contam com acesso especial oferecido pelas prefeituras municipais, pelos governos dos estados ou pelo Governo Federal a programas habitacionais ou a convênios com instituições bancárias, que oferecem as condições especiais.

Como os funcionários públicos têm estabilidade de emprego e conseguem comprovar renda com facilidade, alguns bancos oferecem empréstimo para a compra de imóveis com taxas de juros mais baixas do que as que normalmente são praticadas pelo mercado.

Neste caso, cada banco mantém uma política própria, que vale a pena ser conhecida. Citamos aqui alguns exemplos.

Caixa Econômica Federal (CEF)
Oferece taxas de juros mais baixas para os servidores públicos nos empréstimos destinados à compra de imóveis e financia até 80% de imóveis usados e até 90% de imóveis novos. Essas regras são válidas para imóveis financiados com recursos do Sistema Financeiro da Habitação (SFH).

Banco do Brasil (BB)
O BB também mantém uma linha de crédito especial para o servidor público por meio da qual os funcionários de empresas ou de instituições públicas conveniadas com o banco podem obter empréstimo com valor equivalente a até 80% do preço do imóvel, mesmo sem ser correntista do banco.

As taxas de juros vão depender da análise de crédito e aqueles servidores que conseguem comprovar maior estabilidade de renda e já têm relacionamento com o banco, geralmente, conseguem obter condições melhores.

Santander
Considerando a facilidade de comprovação de renda e a estabilidade no emprego que são características do funcionalismo público, o Santander está entre os bancos que oferecem vantagens para a categoria. Cada caso é analisado individualmente pelo banco, mas há disposição em conceder melhores taxas de juros e condições de pagamento diferenciadas.

HSBC
A estabilidade e capacidade de comprovação de renda também são os motivos que levam o HSBC a facilitar para o servidor público o acesso ao crédito imobiliário. O banco também oferece juros mais baixos e condições de pagamento diferenciadas, que são definidas caso a caso após, a análise das condições do candidato.

Nessa análise também são consideradas informações referentes à situação funcional do servidor, levando em conta se ela está vinculada a uma prefeitura municipal, ao governo do estado ou à União.

Linhas de financiamento
Os bancos oferecem aos servidores públicos as mesmas linhas de financiamento que são ofertadas à população em geral, por meio SFH ou do Sistema Financeiro Imobiliário (SFI). A diferença fica por conta da maior disposição do banco em conceder o crédito ao funcionalismo público.

Contudo, esta disposição não significa que o banco abra mão dos demais critérios cadastrais, que exigem a apresentação de documentos diversos, como ocorre com qualquer pessoa, e da análise de crédito que é feita antes da liberação do empréstimo.

Análise de crédito
É importante ressaltar que, mesmo que os bancos considerem a condição de estabilidade de emprego e de comprovação de renda por parte do servidor público, outros critérios de avaliação de crédito que normalmente são utilizadas pelas instituições na análise de crédito não são dispensados.

Ou seja, o servidor deve solicitar um empréstimo compatível com a capacidade de pagamento, que deve ser comprovada, e precisa estar com o nome limpo na praça, sem qualquer restrição de crédito.
O mesmo vale para a regularidade fiscal junto à União, quando os recursos do financiamento são provenientes do SFH.

Consórcio de imóveis
O consórcio é uma modalidade de autofinanciamento que permite que grupos se reúnam com a intenção de adquirir algum tipo de bem — como motos, carros, eletrodomésticos e também imóveis.

Esse sistema só pode funcionar sob a administração de uma empresa especializada, que deve receber a autorização do Banco Central. Contudo, as empresas têm a liberdade de estabelecer as próprias políticas de ofertas de cotas e de planos de pagamento.

Sendo assim, existem administradoras que oferecem descontos e planos especiais para os servidores públicos, como acontece com os consórcios do Bradesco e do Banco do Brasil. Com isso, as condições de financiamento do imóvel por meio de um consórcio ficam ainda mais interessantes.

Cabe considerar que os consórcios constituem uma modalidade diferenciada de crédito imobiliário, que é livre de juros. As administradoras só cobram seguros e uma taxa de administração, que é referente ao gerenciamento dos grupos.

Nos consórcios os imóveis podem ser adquiridos por carta de crédito, que podem ser recebidas por meio de sorteio ou de lances, configurando uma forma interessante de programação para a compra.

Mantenha-se sempre informado sobre as condições estabelecidas
Os programas habitacionais específicos, destinados ao funcionalismo público dos estados, são divulgados de várias formas junto às categorias que recebem o benefício, o que exige que o servidor fique atento para os lançamentos. O crédito é concedido pelos bancos conveniados.

Por outro lado, as vantagens oferecidas pelos bancos aos servidores públicos em geral costuma ser permanentes e variam de instituição para instituição.

Algumas delas não exigem que o servidor tenha conta no banco para conceder o crédito, mas cabe aqui considerar que o relacionamento com a instituição financeira sempre foi um critério que facilita a negociação e pode melhorar os benefícios concedidos.

Portanto, para encontrar a melhor opção para o servidor público buscar um financiamento para a compra de um imóvel é importante conversar com os bancos, buscando informações sobre as alternativas de crédito e sobre as vantagens que cada um oferece para a categoria.

Fonte: Blog Precon Engenharia, de 28/03/2017
Autor: REDAÇÃO BLOG PRECON ENGENHARIA.